Resultados da sua pesquisa

Quando alugar um imóvel vale mais a pena que comprar?

Postado por multimidiart em 6 de junho de 2017
| 0

Com as novas regras de financiamento imobiliário estipuladas pela Caixa Econômica Federal e as condições mais salgadas do crédito trazidas pelos demais bancos, tem ficado um pouco mais difícil comprar um imóvel próprio. No entanto, esse continua a ser um dos grandes sonhos do brasileiro, não é mesmo? A questão é que, em muitos momentos, vale mais a pena alugar do que efetivamente investir na compra de um imóvel. Você consegue perceber quando o aluguel pode ser um melhor negócio? Que tal ver algumas boas dicas para descobrir o que pode ser mais vantajoso para você? Então acompanhe:

Analise seus propósitos e o tempo de permanência

A princípio, existem ocasiões quando já de cara vale muito mais a pena alugar do que comprar. A aquisição imobiliária precisa ser planejada, pois normalmente ocupa boa parte de sua renda e por vários anos dali para frente. Assim, se você está em um local apenas para estudar ou cumprir um serviço por alguns meses ou anos, o aluguel certamente é uma excelente escolha. A opção é igualmente proveitosa para aquelas ocasiões em que simplesmente não há dinheiro suficiente para se dar de entrada em um imóvel próprio, precisando, assim, de mais tempo para poupar.

Veja se alugar está mais barato do que comprar

Uma das principais motivações em se alugar uma casa ou um apartamento pode estar no preço. Isso porque, com a valorização e a especulação imobiliária logo no período anterior à realização da Copa do Mundo no Brasil, em 2014, alguns imóveis ficaram defasados no aluguel e apresentam bons valores no mercado. Para o locatário, o ideal é que o valor do aluguel não ultrapasse os 0,6% do valor de venda do imóvel, ou seja, sempre que a locação mensal do imóvel estiver em 0,5% ou menos de seu preço de venda, ficar no aluguel se torna mais interessante. Assim, se o imóvel custa 500 mil reais, por exemplo, e você paga menos que 3 mil mensais por ele, está tendo vantagem. Faça os cálculos antes de tomar sua decisão!

Evite custos de manutenção ou problemas na mudança

No caso de aluguéis, o proprietário do imóvel tem que arcar com alguns imprevistos na sua constituição estrutural e quaisquer taxas extras de condomínio, por exemplo. Se o inquilino não trouxer culpa pelos estragos ou não tiver colaborado para as infiltrações, avarias na rede elétrica ou rachaduras nos tacos dos pisos, por exemplo, tais imprevistos correrão por conta do dono. Além de custos de reparo, o locador tem que custear a manutenção e a renovação dos ambientes. Isso tudo sem contar que se o inquilino estiver insatisfeito com o bairro ou o prédio, terá muito mais facilidade para se mudar, sem se importar com a venda ou o aluguel futuro da propriedade. Nesse caso, basta que cumpra as cláusulas do contrato de locação e pronto!

A moral da história é que alugar um imóvel pode ser muito mais conveniente do que comprar uma propriedade e passar a ter mil responsabilidades extras, mas é preciso pensar bem tanto sobre sua situação do momento como sobre demandas pessoais no futuro, para não desequilibrar as finanças.

E você, mora de aluguel? Fez as contas para ver se o preço pago realmente vale a pena? Que tal aproveitar o momento para conferir se é ou não o momento da compra da casa própria? Comente aqui e divida conosco suas impressões!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Buscar Imóveis

    Mais opções de busca
  • Apoio: